Familiares aprovam atendimento prestado pela empresa funerária

09/04/2008 | Mogi das Cruzes/SP, Notícias

A pedagoga mogiana Elvira Sales Perna chegou no final da manhã de terça-feira muito agitada em razão do péssimo atendimento prestado por um renomado hospital particular da cidade. Atendida pelo próprio Lourival Panhozzi em menos de dez minutos ela ficou mais calma.

Na saída da funerária, ela elogiou o atendimento: “Aqui fui muito bem atendida, ao contrário do hospital onde meu cunhado estava internado e veio a falecer. O hospital demorou quase 18 horas para liberar o corpo em razão do desencontro de informações. Lá o atendimento foi péssimo. Aqui foi bom”, avaliou Elvira.

O casal Carlos Alberto de Oliveira e Terezinha Cleoci Freitas Silva também utilizou o velório central na terça-feira. Eles velaram o corpo de Atílio de Souza Prado, de 88 anos, pai adotivo de Carlos Alberto: “Não tenho do que reclamar. Não sei quanto custou porque quem cuidou disso foi meu irmão, que é filho verdadeiro, mas acho que está tudo bom”, opinou Carlos, o filho adotivo. Terezinha também aprovou as instalações do velório e a cordialidade do atendimento.

A dona da casa Ilda Santos Ferreira disse que a família contratou a Coração de Jesus para fazer o velório e o sepultamento de uma neta. Ilda, que reside no bairro do Ipiranga, aprovou o preço cobrado e o atendimento: “Pelo serviço prestado achamos que o preço foi justo e estou satisfeita com o atendimento”, comentou, horas antes do sepultamento da neta, uma criança cujo nome não foi informado. (B.S.)
Fonte : Mogi News- 09/04/2008

Um plano de Assistência Familiar completo, há mais de 50 anos no mercado. 

Quando você mais precisar, conte conosco!