O empresário Lourival Panhozzi disse que já gastou mais de R$ 400 mil na compra de veículos e na reforma e adequações da sala de atendimento da sua funerária e do velório instalado no Parque Monte Líbano: “Hoje as pessoas chegam aqui em encontram um local de atendimento totalmente limpo, um frota de veículos adequada, um atendimento feito por pessoas treinadas e um tratamento bem-feito dos corpos. Nada disso acontecia antes”. Ele admite que ainda há muita coisa para melhorar: “Já começamos a elaborar os projetos dos velórios que serão construídos nos distritos mais afastados de Mogi das Cruzes.

As obras deverão começar neste ano e ficarão prontas em 2009”. Panhozzi disse também que já contratou um estudo para avaliar se a estrutura do velório central comporta mais um piso, pois tem a intenção de construir um primeiro andar no prédio.Empresa investiu R$ 400 mil, mas ainda quer melhorar

E faz outra revelação: “Dentro de 60 dias vamos lançar oficialmente o nosso plano funerário. Tudo isso faz parte de um pacote de obras e ações voltadas para melhorar a qualidade do atendimento”.

Ele comentou que o planejamento inicial da Coração de Jesus e do Sistema Prever (braço do grupo especializado em planos funerários) planejava gastar cerca de R$ 1 milhão para modernizar a ampliar o atendimento do serviço funerário.

A previsão, no entanto, deve ser superada: “O nosso processo de evolução será contínuo. Não visamos a explorar a concessão e ir embora. Os investimentos serão constantes porque lutei três anos para ganhar a concessão nessa cidade e Mogi é a menina dos olhos do nosso grupo”, destacou o presidente da associação de funerárias, que conhece como poucos o funcionamento do setor. (B.S.)

Fonte : Mogi News- 09/04/2008